13 de janeiro de 2009



EVANGELHO DESCRIÇÃO E APRESENTAÇÃO DE JESUS


Mateus .Cristo é representado como o poderoso "Leão da tribo de Judá", em razão de ser este animal, o mais nobre da fauna (Pv 30.30)- Jesus, o libertador. Poderoso e cheio de autoridade.

.Este evangelho foi escrito aos judeus..E apresenta Jesus como Messias.


Marcos .Cristo é representado como o paciente novilho (bezerro), que mesmo com sua grande força submete-se ao serviço, representando a força divina, sua paciência e submissão ao holocausto da cruz. (Lv 1).

.Este evangelho foi escrito aos gentios e aos romanos em particular.

.Apresenta Jesus como servo.


Lucas .Cristo é representado como o "Filho do Homem":Sua humanidade, servindo a vontade divina e a necessidade humana (Lc 22.27).

.Este evangelho foi escrito a todos os gentios e dá atenção à vida humana..Apresenta Jesus como homem, e demonstra seu interesse pelo ser humano, sua situação e seus relacionamentos.


João .Cristo é representado como "Águia voando", em razão de ser esta a ave mais nobre dos céus, e Jesus o mais nobre dos filhos de Deus (cf. Hb 1.4).

.Este evangelho foi escrito aos Cristãos primitivos.

Apresenta Jesus como Deus, e enfatiza o relacionamento íntimo e sobrenatural com Deus.


O primeiro ser era semelhante a um leão; o segundo ser, semelhante a um touro; tinha o terceiro ser o rosto como de homem; e o quarto ser era semelhante a uma águia voando".v.7.


A Águia é a mais exaltada entre as aves. Após os cinqüenta anos de vida, a águia sobe solitária a um alto penhasco e troca toda a sua plumagem que já está pesada. Com o bico, ela puxa pena, por pena. Suas unhas já cresceram demais e a caça torna-se difícil. Então, ela puxa também com o seu bico, unha por unha. É um processo doloroso, mas, necessário para sua sobrevivência. E por último ela arranca o bico. Batendo-o nas pedras até cair. Depois espera suas penas, unhas e bico crescerem, e deixa este penhasco. Volta a alçar vôos ainda maiores. Possui em seus olhos uma espécie de protetor solar, o que a faz voar extremamente alto e em direção ao sol.

Isto fala de renovação, liberdade espiritual, e voar em direção a Cristo a despeito das dificuldades.

.O Homem é exaltado entre as criaturas em termos gerais.É a coroa da criação.

.O novilho é exaltado entre os animais domésticos.

.O leão é exaltado entre os animais selvagens.Conhecido como rei dos animais, por sua força, ferocidade e beleza. Todos eles têm recebido domínio, e lhes tem sido proporcionado grandeza; não obstante acham-se "abaixo da carruagem": do Santo. (cf. Sl 18.10).

Estes quatros seres dirigem os anciãos, os anjos e toda a criação em adorar ao Criador, o Apóstolo João os viu, com os rostos cobertos adorando a Deus. Eles são os quatro líderes de adoração celestial. Eles "... estavam cheios de olhos" o que sugere tendo inteireza e inteligência.

Podem ver por diante e por detrás (4.6). O passado e o futuro estão abertos a eles como um livro.

Visão interna (olhos por dentro), visão externa (olhos por diante) também lhes pertence. Os ?olhos? representam também o governo onisciente da providência divina, iminente na vida do mundo. Eles também têm uma característica dupla:

* Têm a função de querubins (guardas celestiais) cf. Gen. 3.24; e ao mesmo tempo...

* a função de serafins (componentes do coro celestial) cf. Isa 6.1-6.

Aqui, os seres viventes têm um só objetivo: encher todo o céu e toda a terra do louvor do Senhor.Podemos declarar que estes seres aqui descritos bem como os de Ezequiel 1 e 10, são seres sobrenaturais que fazem a guarda celeste do trono de Deus e ao mesmo tempo, são figuras de coisas que estão no céu (Hb 8.5 e 9.23).

Semelhantemente, podem perfeitamente representar "coisas" na terra. E cada um dos quatro seres, adora ao Senhor com suas características peculiares. Eles também representam os quatro ambientes espirituais de nossa adoração ao Senhor, quando podemos adorar ao Senhor como o leão, como a águia, como homem e como o novilho. É importante que estes quatro ambientes de adoração estejam presentes em nossas vidas e na vida do Louvor da nossa Igreja.

Nenhum comentário:

NO CAMPO DA MENTE É QUE NÓS NOS DECLARAMOS DERROTADOS OU VITORIOSOS.